Mensagem

"A GRATIDÃO DESBLOQUEIA A ABUNDÂNCIA DA VIDA".

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Coluna Vertebral

O que é: 

Também conhecida como espinha dorsal, a coluna vertebral é formada por ossos chamados vértebras. É uma estrutura bastante flexível que dá movimento e sustentação ao corpo.

Funções:

A coluna vertebral está ligada à medula espinhal finalizando-a e a protegendo. Ela é a responsável pela sustentação da cabeça, fixação das costelas e os músculos do dorso. Suas curvaturas são responsáveis pela força, sustentação e equilíbrio corporal.

Ossos que compõe a coluna vertebral;

A coluna vertebral de uma pessoa adulta é composta por 26 ossos e 33 vértebras, sendo 7 vértebras cervicais, 12 torácicas, 5 vértebras lombares, 1 sacro (formado por 5 vértebras fusionadas) e 1 cóccix (formado por 4 vértebras fusionadas).

Dentre todas as vértebras, somente duas (o sacro e o cóccix) não se movimentam, as vértebras restantes (cervicais, torácicas e lombares) são móveis.

Entre as vértebras há discos que formam articulações, que propiciam a movimentação da coluna e a absorção de impactos.

Principais problemas que acometem a coluna vertebral:

- Cifose: é um desvio exagerado da curvatura torácica que deixa a pessoa com as costas arqueadas, tórax retraído e com projeção dos ombros para frente;

- Escoliose: desvio lateral da coluna vertebral, geralmente localizado na região torácica;

- Lordose: desvio que geralmente ocorre na região da bacia e que resulta numa curvatura exagerada,ombros voltados para trás;

- Hérnia de disco: deslocamento do disco que se localiza entre as vértebras, ocorre com maior freqüência na região lombar, pois esta, é a região da coluna que suporta maior peso, além de ser a que apresenta maior curvatura;

- Artrose: popularmente conhecida como bico de papagaio, é originada pelo atrito entre as vértebras.

FONTE:todabiologia.com

Funções do Sangue

HEMÁCEAS

Funções:

- Realizar a respiração celular.

- Transportar oxigênio até os diversos tecidos do corpo.

- Transportar parte do gás carbônico através da hemoglobina (um dos principais componentes das hemácias).


LEUCÓCITOS 

Funções:

- São responsáveis pela proteção do organismo (função imunológica). Combatem microrganismos (vírus, bactérias, parasitas) causadores de doenças e qualquer substância estranha que penetre no corpo humano (exemplo: proteínas que não são estranhas ao organismo).

- Fazem a limpeza do organismo, através da destruição de células mortas ou restos de tecidos.

PLAQUETAS 

Funções:

- São responsáveis pela coagulação do sangue. Ou seja, são fundamentais no processo de hemostasia (mecanismo do corpo para conter uma hemorragia).

PLASMA SANGUÍNEO

Funções:

- Realizam o transporte de hemácias, plaquetas, leucócitos, anticorpos, vitaminas, hormônios, gases, proteínas e sais.

- Possuem função reguladora, pois permitem as células efetuarem a eliminação de substâncias geradas no processo metabólico. Neste sentido, possibilitam também o recebimento dos nutrientes fundamentais para o funcionamento celular.

- Atuam como reserva de água do corpo.



Fonte:todabiologia.com

Leucócitos

O que são Leucócitos 

Os leucócitos, também conhecidos como glóbulos brancos, são células presentes no sangue e produzidas na medula óssea e no tecido linfático. São chamados de glóbulos brancos, pois, ao contrário das hemácias (glóbulos vermelhos), não possuem pigmentos.

Função dos Leucócitos:

- Realizar a defesa do organismo contra agentes infecciosos (vírus, bactérias e substâncias alergênicas). Este processo ocorre, pois os leucócitos possuem a capacidade de produzir anticorpos.

Características principais:

- Possuem formato esférico;

- Possuem cor branca;

- Possuem tamanho entre 7 e 20 micrômetros (são visualizados apenas com microscópios potentes);

- No corpo humano de uma pessoa saudável existem entre 4 mil e 11 mil leucócitos por mililitro de sangue. Porém, numa pessoa com infecção, o número de leucócitos pode chegar a 30 mil por ml de sangue.

Classificação dos Leucócitos

Os leucócitos podem ser classificados de acordo com o formato do núcleo.

Linfócitos mononucleares:

- Linfócitos: possuem núcleo esférico. Localizam-se, principalmente, nos órgãos linfóides.

- Monócitos: são gerados na medula óssea. Possuem citoplasma de corazulada. É o de maior tamanho entre os leucócitos (podem chegar a 20 micrômetros). 

Linfócitos polimorfonucleares:

- Basófilos: núcleo com formato da letra "S". Produzido na medula óssea. Entre os leucócitos é o tipo encontrado em menor número.

- Neutrófilos: possuem citoplasma de cor rosa claro. É o de maior quantidade no sangue humano (de 50 a 70%). Apresentam grânulos em seu citoplasma.

- Eosinófilo: é produzido na medula óssea e apresentam grânulos em seu citoplasma.

Você sabia?

- O corpo humano de uma pessoa pode produzir até 100 milhões de leucócitos por dia.

- No pus existe uma grande quantidade de leucócitos mortos, pois eles agiram na infecção e morreram. Logo, a existência de pus é um indicativo de que está ocorrendo um processo infeccioso no corpo e que o sistema imunológico, através dos leucócitos, está agindo.

- A redução do número de leucócitos no sangue de uma pessoa é conhecida como leucopenia.



Fonte:todabiologia.com

Hemáceas

O que são 

As hemácias, também conhecidas como eritrócitos, são os glóbulos vermelhos do sangue. A hemácia é o elemento presente em maior quantidade no sangue. Existem cerca de 5 milhões de hemácias por milímetro cúbico, no sangue de um homem adulto e saudável (na mulher, cerca 4,5 milhões).

Componentes das hemácias e função

A Hemoglobina é o principal componente das hemácias. De coloração avermelhada, ela possui a função de fazer o transporte de oxigênio pelos diferentes tecidos do corpo humano. Transporta também uma pequena quantidade de gás carbônico.

Além da hemoglobina, as hemácias também são compostas por íons, glicose, água e enzimas.

Características principais:

- Possuem formato de disco bicôncavo;

- Não possuem núcleo;

- Medem 0,007 milímetros de diâmetros

Formação:

Eritropoiese é o nome científico que se dá a formação das hemácias no corpo humano. Este processo acontece na Medula Óssea.

Curiosidades:

- Uma hemácia vice, em média, de 100 a 120 dias.

- São produzidas cerca de 2,4 milhões de hemácias por segundo em nosso corpo.

- A contagem de hemácias presentes no sangue é feito através de um exame laboratorial conhecido como hemograma.

- A cor vermelha do sangue é explicada pela presença das hemácias.

- A diminuição no tamanho das hemácias é chamada de microcitose. Já o aumento é conhecido por macrocitose.

Fonte:todabiologia.com


Sangue Humano

O que é 

O sangue é um tecido conjuntivo líquido, produzido na medula óssea vermelha, que flui pelas veias, artérias e capilares sanguíneos dos animais vertebrados e invertebrados. O sangue é um dos três componentes do sistema circulatório, os outros dois, são o coração e os vasos sanguíneos. 

Funções

Ele é responsável pelo transporte de substâncias (nutrientes, oxigênio, gás carbônico e toxinas), regulação e proteção de nosso corpo.

Composição do sangue

Nele encontramos o plasma sangüíneo, responsável por 66% de seu volume, além das  hemácias, dos leucócitos e das plaquetas, responsáveis por aproximadamente 33% de sua composição.

A maior parte do plasma sanguíneo é composta por água (93%), daí a importância de sempre nos mantermos hidratados ingerindo bastante líquido. Nos 7% restantes encontramos: oxigênio, glicose, proteínas, hormônios, vitaminas, gás carbônico, sais minerais, aminoácidos, lipídios, uréia, etc.

Os glóbulos vermelhos, também conhecidos como hemácias ou eritrócitos, transportam o oxigênio e o gás carbônico por todo o corpo.  Essas células duram aproximadamente 120 dias, após isso, são repostas pela medula óssea.

O glóbulos brancos, também chamados de leucócitos, são responsáveis pela defesa de nosso corpo. Eles protegem nosso organismo contra a invasão de microorganismos indesejados (vírus, bactérias e fungos). De forma bastante simples, podemos dizer que eles são nossos "soldadinhos de defesa".

As plaquetas são fragmentos de células, presentes no sangue, que realizam a coagulação, evitando assim sua perda excessiva de sangue (hemorragia).

 Elas geralmente agem quando os vasos sangüíneos sofrem danos. Um exemplo  simples é o caso de uma picada de agulha, onde observa-se uma pequena e ligeira perda de sangue que logo é estancada, isto ocorre graças ao tampão plaquetário.

Curiosidade: 

- O ramo que estuda o sangue e as suas doenças é a hematologia.

FONTE:Todabiologia.com



quarta-feira, 14 de agosto de 2013

ÁTOMO - ESTRUTURA

video
Fonte: You Tube vídeo aulas.
 Não percam  esse vídeo, revisão do conteúdo para as provas. Bom estudo!